Há dias atrás falamos de uns headphones sem fios que subitamente explodiram na cara de uma mulher aquando uma viajem de avião. Hoje o assunto é idêntico, mas dar-te-á uma lição importante.
Câmaras de segurança de uma loja de reparação de smartphones apanhou um momento interessante quando um utilizador se dirigiu à mesma para ao que se presume, arranjar o seu iPhone 6 Plus partido. (vídeo abaixo)

Embora sem som, podemos ver o homem a mostrar o ecrã do iPhone 6 Plus partido com o índividuo a pressionar no mesmo. Parece que ouvimos a angústia dele ao dizer “ai e tal, não sei porque partiu, ele só caiu numa altura de 10cm”.
A verdade é que o iPhone 6 Plus tem o ecrã totalmente esborrachado e quando mostra o telefone ao funcionário da loja, conseguimos visualizar o utilizador a pressionar o ecrã.
Não é preciso um engenheiro para saber que algo podia dar errado ali e acabou por dar. O telefone entrou em combustão, certamente por ainda ter carga e a bateria foi certamente perfurada.

O vídeo não é chocante nem inacreditável, mas gostavamos que tirasse uma lição disto mesmo! Não utilize um smartphone com o ecrã partido. Para além de ser vidro e poder facilmente cortar, acaba por deixar o seu smartphone mais exposto internamente.
Sem falar que para o ecrã ter partido é porque existiu ali um impacto e, como vimos no vídeo, baterias dos smartphones não gostam de impactos.

Não podemos comparar esta situação com os telefones da Samsung que foram recolhidos devido a explosões, mas podemos perceber que todos os equipamentos estão sujeitos a este tipo de situações, custe ele 100 ou 900 euros.

YouTube Preview Image

Depois de tantas más notícias, a Nokia começa agora a ter bom feedback por parte do mercado. Segundo noticias recentes, no primeiro dia de vendas o Nokia 6 esgotou em menos de um minuto. De referir que este equipamentos apenas está disponível na China!
Será que vamos voltar a ter uma Nokia forte e líder no mercado dos dispositivos móveis?

Depois de ter recebido, em 24 horas, 250 mil registos de compra e de apenas 100 mil terem feito o pagamento da reserva nos 4 dias seguintes, a verdade é que o Nokia 6 esgotou em pleno dia de lançamento (que foi hoje). Como referimos este é um equipamento exclusivo do mercado chinês e custa cerca de 245 dólares.

Mas o que tem este equipamento de especial?

O novo Nokia 6 é vendido em exclusivo pela JD.com e vem com o Android 7.0 Nougat. Mas há outras especificações interessantes, das quais se destacam:

  • Ecrã: 5,5 polegadas com vidro curvo 2.5D e resolução Full HD
  • RAM: 4 GB
  • Memória de armazenamento: 64 GB (expansão via cartão microSD)
  • SoC: Snapdragon 430, octa-core ARM Cortex-A53 a 1,4 GHz de 64 bits
  • GPU: Adreno 505
  • Câmara principal: 16 MPX com auto-foco
  • Câmara frontal: 8 MPX
  • Dual Sim
  • Bluetooth 4.1
  • Leitor de impressão digital
  • Dimensões: 154 x 75.8 x 8.4 milímetros
  • Peso: 169 gramas
  • Bateria: 3000 mAh

Apesar de todo o sucesso, a Nokia ainda não revelou quantos exemplares forem vendidos nesta fase. Como é do conhecimento, a empresa lançará já no próximo mês um segundo equipamento. Estejam atentos.

Foi hoje que a Samsung resolveu terminar de vez com as vendas do Note7 e com todos os problemas que o estão a afectar. Era uma decisão esperada, mas que muitos não julgavam possível.

Para realizar a recolha dos equipamentos que ainda estão com os consumidores, a Samsung está agora a enviar uma caixa especial para a recolha. A preocupação é tal que a caixa é anti-fogo.

Ler Mais “A Samsung está a enviar kits de recolha anti-fogo para o Note7”

Pode parecer que o assunto não atingiu uma escala de gravidade intensa mas, na verdade, a Samsung deverá estar a passar um péssimo momento com o problema que arranjou, com as baterias explosivas. Além dos danos profundos na sua imagem, a marca enfrenta agora indemnizações e uma embaraçosa recolha do mais avançado dispositivo alguma vez lançado.

A par disso, surgem na web alguma informações que poderão ajudar a bateria a manter-se estável se o smartphone não for carregado na sua totalidade.

Ler Mais “Note7 – Solução rápida para não explodir é carregar só até 60%”