/ DePaulo Matos / Artigos / 0 comentários

12 Dicas para carregar o seu smartphone corretamente

Nos dias de hoje ainda são muitas as dúvidas e incertezas em relação aos cuidados a ter com as cargas das baterias, realizadas nos telemóveis. Para que possamos ajudar a clarificar esse aspeto, decidimos criar este artigo, para elencar algumas dicas para carregar o seu smartphone corretamente.

Primeiro carregamento do smartphone

Podemos realizar o primeiro carregamento como outro qualquer, ou seja, a bateria não tem de estar a 0% para recarregar nem tem de carregar até 100% para se retirar da tomada. Atualmente, as últimas gerações de smartphones possuem uma bateria de iões de lítio. Esse tipo de bateria não tem um “efeito memória” o que significa que podemos carregá-la a qualquer momento, sem esperar que ela descarregue completamente.
Portanto, quando compramos um smartphone novo basta deixá-lo a carregar até quando acharmos necessário.

Deixar o smartphone a carregar durante a noite

Apesar de nos dias de hoje maior parte dos carregadores e smartphones possuírem sistemas de segurança que cortam o fluxo de energia quando a bateria está carregada na sua totalidade continua a não ser aconselhável deixar o equipamento a carregar durante toda a noite. Isto porque, ao deixar que carregue durante toda a noite, vai atingir a carga total de 100% o que não é aconselhável. Pode também provocar um sobreaquecimento da bateria prejudicando o seu funcionamento e diminuir o seu tempo útil de vida.

Evitar deixar a bateria chegar a 0% para recarregar

Ao invés do que acontecia em telemóveis mais antigos é aconselhável recarregar o telemóvel antes que este atinja um nível de bateria baixo. Portanto é recomendável manter a percentagem de bateria do smartphone entre 20% a 80%, sendo esses valores considerados dentro dos níveis ideais.

Uso do carregador original

Todas as marcas aconselham o uso do carregador original que vem junto com o smartphone, isto porque se tem a certeza que irá carregar com a voltagem correta e conforme os requisitos da bateria. O uso de outro carregador não garante que a bateria recupere a energia no ritmo pretendido. Usar carregadores de marcas paralelas pode danificar o smartphone e em casos mais graves provocar sobreaquecimento.

Deixar o telemóvel a carregar na cama

Muita gente tem o hábito de levar o telemóvel para a cama e deixar a carregar, no entanto isso pode ser um perigo para a bateria e até mesmo para o seu utilizador. Isto porque conforme já foi referido, a bateria pode eventualmente aquecer por si só enquanto carrega. Por isso, ao estar sobre os lençóis da cama pode sofrer um sobreaquecimento e prejudicar a bateria do seu smartphone.

Carregar com a capa protetora

Praticamente toda a gente usa capa de proteção no seu smartphone, existem inúmeros tipos de capas desde marcas oficias a marcas paralelas. É um acessório muito útil para proteger o seu equipamento de eventuais quedas, mas quando se trata de recarregar a bateria do smartphone a capa pode ser um problema. A bateria do telemóvel aquece por si só ao receber energia, então devemos retirar a capa para evitar um sobreaquecimento do equipamento.

Carregadores de carregamento rápido

Muitas vezes necessitamos de um carregamento mais rápido, por isso mesmo, algumas marcas desenvolveram carregadores rápidos. Este género de carregadores não danifica a bateria do telemóvel uma vez que estas se encontram preparadas para este tipo de carregamento. No entanto, o calor produzido pelo mesmo pode reduzir o tempo útil de vida da bateria.
Por outro lado, poderá optar por realizar um carregamento rápido sem a utilização de carregadores para esse efeito, colocando por exemplo em “modo avião” ou simplesmente desligando o smartphone, acelerando assim o tempo de carga.

Evitar usar o smartphone enquanto carrega

Um dos erros mais comuns é o uso do telemóvel enquanto carrega, pois além do carregamento ser mais demorado, pode acontecer também um aquecimento do equipamento visto que está a ser alvo dum esforço extra.

Carregamento do smartphone no computador

Carregar o telemóvel no computador pode ser uma alternativa, mas não um hábito, isto porque as portas USB dos computadores podem ser lentas. Além disso, não possuem uma corrente de energia estável e constante podendo prejudicar o funcionamento da bateria do smartphone.

Temperatura

Deve evitar-se ao máximo efetuar o carregamento do smartphone em locais onde se possam verificar temperaturas elevadas. Por exemplo, deixar o telemóvel a carregar dentro do carro ao sol ou perto de uma fonte de calor pode levar ao seu sobreaquecimento e, consequentemente, danificar e prejudicar o funcionamento da bateria, originando avarias que depois necessitem de reparação.

Telemóvel descarregado durante um longo período

Evite ao máximo deixar o telemóvel desligado durante um período prolongado, pois a bateria ficará completamente descarregada, com níveis demasiado baixos, ao ponto do seu smartphone não conseguir sequer arrancar, ou seja, ligar.
No entanto, se pretender não utilizar o telemóvel durante algo tempo, em que prevê que possa não o ligar durante semanas ou meses por exemplo, é recomendável deixar a bateria com cerca de meia carga. Nesse caso, retire a bateria e guarde-a num local seco e onde não se verifiquem oscilações de temperatura. Desta forma, vai assim diminuir as possibilidades de causar potenciais anomalias na bateria ou no próprio equipamento.

Dicas para poupar a bateria o seu smartphone

A duração das baterias dos telemóveis varia consoante a sua utilização. Portanto, se pretender economizar a bateria do seu smartphone e prolongar a vida útil da mesma, ponha em prática algumas das seguintes dicas quando for carregar o smartphone:

    • Quando se encontrar em locais onde não pode ou não deve usar o seu smartphone a melhor opção será desligar o equipamento.
    • A iluminação da tela é uma opção bastante útil no dia a dia pela variação da intensidade de luz do meio em que nos encontramos. No entanto, pode ser sinónimo de um gasto extra de energia, por isso a melhor opção será colocar o brilho da tela do seu equipamento em “modo automático”, economizando assim energia quando não se justifica um brilho máximo do ecrã.
    • Sempre que não seja necessário o uso dos dados móveis ou do Wi-Fi estes devem estar desligados, pois a sua ativação requer sincronizações e pesquisas frequentes, provocando assim um consumo extra da bateria do seu smartphone.
    • Jogos, redes socias, entre outras aplicações, devem ser finalizadas quando não estiverem a ser utilizadas, pois se apenas sair das aplicações e não as fechar, vão manter-se ativas, originando a gastos de energia desnecessários. Deve por isso, remover aplicações que estejam a ser executadas em segundo plano, inclusive apps de limpeza e antivírus.

Estas são apenas algumas dicas que selecionámos e consideramos importantes para realizar as cargas da bateria do seu smartphone, para que as possa fazer corretamente evitando assim avarias indesejadas no telemóvel, que necessitem depois de reparação.