/ DePaulo Matos / Artigos / 0 comentários

Deve reparar o smartphone ou comprar um novo?

O seu smartphone avariou e agora não sabe se o deve reparar ou optar antes por comprar um novo?

Nestas alturas existem alguns aspetos que deve ter em conta, antes de tomar qualquer decisão para que possa escolher aquela que mais sirva os seus interesses.

Os smartphones são actualmente equipamentos imprescindíveis no dia-a-dia de todos. Independentemente da faixa etária do utilizador, profissão ou nível social, não há ninguém que não saia de casa sem ser acompanhado pelo seu Smartphone.

Os telemóveis tornaram-se indispensáveis.

Por exemplo, as chaves do carro ou até mesmo a carteira podem ser “dispensáveis” dependendo das situações, podendo tornar-se assim o telemóvel um bom substituto na hora de aceder à viatura ou de pagar qualquer compra, graças às suas tecnologias integradas.

Tendo em conta que o smartphone hoje em dia é algo que passa tanto tempo connosco e em condições tão diversas, é normal que esteja sujeito a quedas, riscos, poeiras entre outras adversidades.

Por norma as quedas e derrames de líquidos são algumas das adversidades mais comuns, provocando os mais variados sintomas de anomalia que se possa imaginar. Um simples ecrã que tenha partido pode inviabilizar na hora a utilização de todo o equipamento. Dada a dependência criada em torno deste equipamento, conforme referido acima, é normal que os transtornos causados sejam bastante graves e inoportunos.

Antes de decidir se deve reparar o seu telemóvel ou substituir por outro, deverá ter alguns aspetos em consideração

Neste contexto surge a questão:

Vale a pena reparar um smartphone danificado ou avariado?

A resposta é, na grande maioria das situações, SIM.

Afinal estamos a falar de equipamentos cujo preço pode em alguns casos ser economicamente aceitável, que guardam toda a informação do proprietário e que lhe faz falta numa base constante. Não é algo simplesmente descartável perante a primeira adversidade, mas sim algo que merece certamente uma nova oportunidade. Claro que existem casos em que a reparação do telemóvel não vai economicamente compensar, então aí teremos de pensar numa solução mais viável/rentável caso o seu utilizador assim o decida.

Em alguns casos, por ter informação preciosa existente ou até mesmo por questões de valor sentimental, o valor da reparação passa a ser secundário e mesmo não compensando, o utilizador nestas circunstâncias poderá optar pela reparação, obviamente no caso da mesma ser possível.

Felizmente existem profissionais cuja função é precisamente restabelecer a normalidade e o pleno funcionamento dos smartphones danificados ou avariados. A TecniMobile dispõe de um centro técnico especializado, composto por profissionais certificados que utilizam apenas peças e componentes de grande qualidade em todos os serviços efectuados. As reparações são concluídas maioritariamente num prazo máximo de 24 horas, exceptuando as situações em que são necessárias intervenções mais profundas ou por falhas de stock momentâneo.

Caso não tenha a certeza de qual a reparação necessária ou os valores envolvidos para que o seu equipamento possa voltar aos tempos de glória, não se preocupe, a TecniMobile efectua diagnósticos gratuitos. Dessa forma, terá a confiança de que a intervenção efectuada é a correcta.

Resumindo, na nossa opinião o melhor é mesmo procurar que seja possível reparar o telemóvel, desde que seja financeiramente viável. Tem ainda a vantagem de continuar comodamente com o seu smartphone configurado e à partida com todos os seus dados.

Por fim, em vez de o tornar “lixo”, dá uma nova vida ao seu equipamento e o ambiente agradece…